A população mundial de insetos está diminuindo de maneira acelerada e preocupante. Esse declínio dos insetos, fenômeno associado a uma série de fatores, pode provocar consequências e prejuízos ao ecossistema global e à humanidade.

Este novo alarme sobre a diminuição dos insetos no planeta foi dado num relatório científico divulgado, neste mês, no periódico Proceedings of The National Academy of Sciences of the United States of America (PNAS) – publicação oficial da comunidade científica dos Estados Unidos.

O relatório científico, que reúne estudos de diversos especialistas, entomologistas e ecologistas, adverte que o percentual anual de diminuição de insetos chega a 2% em algumas regiões do mundo.

O tema também foi destacado numa matéria produzida pela National Geographic, que relata que o problema atinge insetos voadores, rastejantes e escavadores.  

De acordo com os pesquisadores envolvidos no relatório, apesar do cenário preocupante existem espécies de insetos que têm registrado crescimento pelo mundo afora.

Além do mais, garantem os autores da compilação científica, ainda dá tempo de impedir a diminuição (e possível e desastrosa extinção!) de milhares desses animais invertebrados que cumprem um papel importantíssimo no ecossistema global.

As Ameaças aos Insetos 

Os principais fatores que hoje ameaçam a sobrevivência e a existência dos insetos são, em sua maioria, já bastante conhecidos.

Esta lista de inimigos dos insetos inclui os incêndios florestais, as mudanças climáticas extremas (chuvas intensas, furacões e outros fenômenos), o aquecimento global, o aumento das secas, a poluição, o galopante processo de industrialização, o desmatamento florestal, a urbanização, a intensificação da agricultura e o uso abusivo de inseticidas/agrotóxicos.

A Importância dos Insetos

Estima-se que existam cerca de 10 milhões de espécies de insetos em todo o mundo.

Todo esse exército de pequenas criaturas invertebradas cumpre tarefas fundamentais para a manutenção e o equilíbrio do meio ambiente e, de maneira indireta, para o bem-estar da humanidade.

O relatório científico destaca que os insetos compõem grande parte da biomassa animal terrestre. E salienta que as espécies de insetos numericamente abundantes desempenham tarefas ecossistêmicas que são fundamentais para o homem.

Entre outras ações, os insetos realizam: a polinização de frutas, vegetais e nozes; o controle biológico de ervas daninhas, pragas agrícolas, vetores de doenças e outros organismos que competem com os humanos ou ameaçam a sua qualidade de vida; a macrodecomposição de folhas e madeira e a remoção de esterco e carniça, que contribuem com o ciclo de nutrientes, formação do solo e purificação da água.

Quer dizer, a proteção e salvação dos insetos é uma questão urgente e de interesse mundial.

A preservação dos insetos envolve ações individuais, práticas coletivas de conservação, o avanço de políticas públicas e legislações ambientais, a redução da utilização de agrotóxicos, o estímulo à manutenção de habitat naturais e o plantio de árvores nativas, entre outras medidas.

Manejo Ecológico de Pragas (MEP)

Essa responsabilidade ecológica também passa pelo setor produtivo. Hoje, é imperativo e ético que fábricas e indústrias adotem práticas e processos amigáveis com a flora e com a fauna. E isso passa pela relação com os insetos.

Infográfico Manejo Ecológico de Pragas

MEP é um conceito de controle de pragas mais amplo do que o tradicional

Contudo, a convívio entre insetos e indústrias nem sempre é harmonioso. Isso porque a indesejável presença de insetos – e de outras pragas urbanas – em fábricas pode comprometer severamente a segurança, a qualidade e os parâmetros sanitários que envolvem a produção de alimentos, bebidas, medicamentos, itens hospitalares e tantos outros produtos.

No ambiente industrial, a maneira mais eficaz de garantir o controle adequado de insetos e outros animais não bem-vindos é o Manejo Ecológico de Pragas (MEP).

O MEP é uma técnica que nasceu no agronegócio e depois foi introduzida no universo industrial. Trata-se de um método sustentável que identifica e combate as principais áreas de infestação de insetos e outras pragas urbanas, incluindo mamíferos, roedores, aves, cupins, aracnídeos e outros invasores.

Porém, esse combate a ninhos e colônias de pragas nas indústrias é realizado de forma sustentável, racional e organizada, com ênfase em ações preventivas e não agressivas.

Ou seja, não se trata de simplesmente pulverizar, sem critérios e evidências, coquetéis de produtos químicos na tentativa exterminar pragas invasoras.

Diferente de uma tradicional dedetização, o Manejo Ecológico de Pragas engloba um conjunto de ações que são hierarquizadas de forma a garantir a segurança sanitária nas indústrias, a saúde dos colaboradores, a integridade dos produtos e, simultaneamente, reduzir ao máximo os possíveis impactos ambientais.

Saiba mais no Case da controle de pragas da Disney

A estratégia do combate aos ‘4A

O diferencial do Manejo Ecológico de Pragas é a estratégia que prevê a eliminação do “4A”, ou as quatro condições que favorecem a presença e a reprodução de pragas no ambiente industrial: alimento, abrigo, água e acesso.

Norteado pelo conceito do “4A”, o MEP enfatiza a adoção de ações preventivas por meio de métodos físicos, mecânicos e biológicos. Isso inclui técnicas de controle de temperatura, de iluminação, a colocação de armadilhas e outras.

Normalmente, a limitação e/ou remoção desses quatro fatores já são o bastante para afugentar insetos, roedores, aracnídeos e outras criaturas invasoras que infestam indústrias, empresas, comércios e outros negócios.

O MEP considera que os métodos de controle químico, como a colocação de iscas à base de inseticidas e a aplicação direta de inseticidas, são a última instância de intervenção. Somente entram em campo quando as alternativas anteriores (mais ecológicas e menos agressivas) não são suficientes para a expulsão das pragas.

Benefícios do MEP para Indústrias

As vantagens do Manejo Ecológico de Pragas são muitas.

Entre elas podemos citar o menor impacto ambiental, a visão analítica e panorâmica do problema, a precisão do diagnóstico das áreas infestadas, a garantia da saúde dos colaboradores, a conformidade com leis e normas ambientais e a segurança do seu negócio. E, acima de tudo, a integridade física e sanitária dos produtos que saem da sua fábrica.

Controle de Pragas na Indústria de Alimentos

Especialização e Qualidade em MEP

A BIOMAX é uma empresa especializada na oferta de serviços de Manejo Ecológico de Pragas.

Desde 1999, apoia organizações de vários ramos de atuação econômica na implantação de sistemas de gestão e controle de pragas e vetores em indústrias/unidades fabris e empresas em geral.

Atende companhias dos segmentos de alimentos, bebidas, embalagens, medicamentos, hotéis, hospitais, varejo, entretenimento e lazer.

Além do Manejo Ecológico de Pragas, a BIOMAX oferece outras soluções como Desinsetização, Desratização, Descupinização, Controle de Pombos, Escorpiões e Morcegos, Fumigação e Controle Integrado de Pragas.

Consulte a BIOMAX!

Mais informações sobre o Manejo Ecológico de Pragas e outras soluções da BIOMAX pelos nossos canais de atendimento:

Telefone: (19) 3124-3600

WhatsApp: (19) 3124-3600

E-mail: biomax@biomax-mep.com.br

 

Sumário
Manejo Ecológico de Pragas: a Solução Sustentável para Indústrias e Armazéns
Nome do Artigo
Manejo Ecológico de Pragas: a Solução Sustentável para Indústrias e Armazéns
Descrição
Estudos mostram que os insetos estão desaparecendo. A responsabilidade ecológica é um diferencial competitivo e passa pelo setor produtivo. Hoje, é imperativo e ético que Armazéns e indústrias adotem práticas e processos amigáveis com a flora e com a fauna.
Autor
BIOMAX Controle de Pragas

A BIOMAX é especializada no controle de pragas em indústrias de alimentos, medicamentos e embalagens, em redes hoteleiras e hospitalares e nas demais empresas que procuram um programa sustentável com as exigências da Anvisa, da Norma ISO 22000, BPF, HACCP e Ministério da Agricultura. Utiliza o sistema de controle denominado Manejo Ecológico de Pragas (MEP) o qual une eficácia no controle das pragas e segurança para as pessoas e o meio ambiente. Atendemos toda a região Sudeste.