Os cupins são insetos sociais que ocorrem nas áreas tropicais e temperadas do mundo. Reúnem-se todos na Ordem Isoptera com mais de 2000 espécies descritas das quais aproximadamente 200 são encontradas no Brasil.

A maioria das espécies não causa problema ao homem e, sendo um dos principais grupos de organismos deterioradores, eles desempenham papel fundamental na reciclagem do material orgânico vegetal na natureza.

Entretanto algumas espécies são responsáveis por enormes prejuízos no meio urbano.

Essas espécies são consideradas pragas e destroem a material celulósico de exteriores e interiores dos estabelecimentos que incluem móveis, papéis e causam mortes de árvores.

Cupins de Madeira Seca

Podemos dividi-los em 2 grupos:

Cupins Subterrâneos e Cupins de Madeira Seca

Cupins Subterrâneos

exemplos: Coptotermes gestroi e Heterotermes tenuis

Como o próprio nome diz vivem em colônias abaixo do solo. As colônias consistem basicamente de uma rainha, um rei, os reprodutores alados, os operários e os soldados. Normalmente suas colônias são grandes e quando maduras podem conter milhões de indivíduos.

Na primavera, em geral, uma colônia adulta e saudável irá produzir revoadas através de galerias especiais que ligam a colônia subterrânea até a superfície. Essas revoadas são realizadas por cupins alados (reprodutores com asas) também conhecidos por aleluias ou siriris. O objetivo da revoada é o vôo de acasalamento para a formação de casais e conseqüente formação de novas colônias.

Após um período de vôo muito curto, os reprodutores alados descansam, quebram suas asas em um ponto de fratura especial e passam a procurar um indivíduo do sexo oposto. Depois do encontro o macho (futuro rei) e a fêmea (futura rainha) escolhem uma área adequada para iniciar um novo ninho- geralmente um contato abaixo do solo entre uma pedra ou madeira- e criam uma câmara onde a rainha inicia a postura de ovos. Essa câmara (futuro ninho) pode ser construída perto da superfície ou a vários metros de profundidade.

Com a postura dos ovos a colônia se desenvolve com a formação das castas de operários e soldados que vão surgindo com o passar do tempo.

Após 4 ou 5 anos a colônia geralmente já atingiu população suficiente para que reprodutores alados se desenvolvam e façam a revoada para que o ciclo se repita.

Embora a comunidade científica não tenha certeza de quanto tempo a rainha vive, acredita-se que ela pode viver e reproduzir por até 25 anos.

Cupins de Madeira Seca

exemplo: Cryptotermes brevis

São cupins que constroem seus ninhos no interior de madeiras como móveis, portas, janelas, batentes, rodapés e de grandes estruturas como vigas e forros de telhados, etc.

Suas colônias são relativamente pequenas em comparação as dos cupins subterrâneos e chegam a ter quando maduras aproximadamente 3000 indivíduos.

As colônias consistem basicamente de um rei, uma rainha, reprodutores alados, soldados e pseudo-operários.

Eles vivem no interior da madeira da qual se alimentam e conservam a umidade por meio da produção de fezes secas que são grânulos que são expelidos periodicamente através de orifícios abertos de dentro para fora na madeira atacada e são conhecidos popularmente por “pozinho”.

Na primavera as revoadas também são realizadas pelos cupins de madeira seca e têm como objetivo a formação de novos ninhos na mesma madeira ou em outras peças localizadas em outros locais.


Consulte-nos agora mesmo!

Sumário
Cupins Subterrâneos e de Madeira Seca
Nome do Artigo
Cupins Subterrâneos e de Madeira Seca
Descrição
A BIOMAX é especializada no controle de Cupins Subterrâneos e de Madeira Seca através de Iscas. Elimina a Colônia dos Cupins sem Contaminação do Ambiente.
Autor

This is a unique website which will require a more modern browser to work!

Please upgrade today!

%d blogueiros gostam disto: