Desratização

Desratização para Indústrias, Empresas e Condomínios

Controle de Roedores consiste na aplicação de métodos de controle físicos, biológicos e químicos, além da eliminação de ambientes favoráveis para essa praga.

Desratização ou Dedetização ?

A desratização tem métodos e técnicas específicas. A espécie de roedor e o tipo de ambiente são fatores críticos para o controle definitivo. As Indústrias ou armazéns de alimentos são exemplos claros. O controle de pragas seguirá metodologia que excluam totalmente a possibilidade de contaminação do ambiente, de produtos e/ou serviços, mas que seja extremamente eficaz contra a praga.

Atenção para o Efeito Bumerangue

Um fenômeno aparentemente corriqueiro é o aumento do número de roedores, após alguns meses onde tenha sido praticada a desratização. Esse fenômeno tem base biológica e é sempre resultante de uma intervenção errada executada pelo homem.

Principais vantagens a técnica BIOMAX são as seguintes:

Desratização BIOMAX

Dedetização

Visão global dos problemas

Visão localizada

Identificação correta dos problemas

Não identifica causa dos problemas

Efetua levantamentos iniciais de infestação

Atuação indiscriminada

Monitoramento sistemático

Não avalia as infestações

Aplicações tópicas em locais críticos

Aplicações em área total

Utiliza termonebulização somente em locais estratégicos

Uso constante da termonebulização, deixando resíduos em todos os ambientes

Utiliza métodos alternativos sustentáveis de controle

O controle é baseado no uso exclusivo de “coquetéis” com produtos químicos

O gasto de produtos químicos é bastante reduzido

Maior gasto de produtos químicos

Maior gasto de horas técnicas dedicadas à contratante

Não existe uma atuação dos responsáveis técnicos

Menor probabilidade de contaminação de produtos, pessoas, animais e ambiente

Devido a maior quantidade de resíduos, existe a maior probabilidade de contaminação do ecossistema.

Seletividade sobre inimigos naturais das pragasMaior impacto sobre inimigos naturais das pragas
Menor ressurgência e resistência de pragasMaior número de casos de resistência e ressurgência de pragas
É responsável por embalagens e restos de produtos que sobram das aplicaçõesNão se responsabiliza pelos resíduos
As atividades podem ser executadas durante o funcionamento da empresa e com a presença de funcionáriosExige a ausência de funcionários nos locais que serão tratados
A metodologia está de acordo com as normas de gestão ambiental – corrige e evolui junto com a empresa contratanteDesconhece esse fato
Possui assessores de nível internacionalNão possui assessores
Apresentação de relatórios mensais circunstanciados completos sobre as atividades executadas e de documentos exigidos por auditores externosDesconhece esse fato

Baixe o Artigo na Íntegra Aqui:

Desratização

Praga Urbana: Ratos e Ratazanas

Os rato(roedores considerados pragas urbanas) pertencem a Ordem Rodentia, Família Muridae e são registradas mais de 3.000 espécies, sendo que quatro espécies são importantes para homem, duas do gênero Rattus e uma do gênero Mus.

Atualmente tem sido observado também conhecido como Rato-do-Capim, o Bolonys lasyurus é um roedor que até então era encontrado em matas e capins de nível alto. Com o desmatamento e queimadas, está sendo encontrado também nas cidades, contado, assim, como o quarto roedor sinantrópico.

É importante para o método de controle a identificação exatamente da espécie que será combatida. Para isso é necessário se conhecer as características gerais:

Quero Informações

Respeitamos sua privacidade, seus dados na BIOMAX são todos tratados com sigilo absoluto.

Ou ligue-nos:

(19) 3124 3600


BIOMAX • Controle de Pragas

A BIOMAX é especialista em Controle Integrado de Pragas Urbanas e Vetores em indústrias de alimentos, medicamentos e embalagens, centros comerciais (shoppings), em redes hoteleiras e hospitalares e nas demais empresas que procuram um programa sustentável com as exigências do Ministério da Agricultura, da ANVISA e Certificações nacionais e internacionais.

Rua Aristides Giusti, 145
Piracicaba
São Paulo
13422-192
Brasil

Principais Características Morfológicas dos Ratos / Roedores Urbanos

(Valores aproximados)

CARACTERÍSTICASESPÉCIES
Rattus norvegicus
(ratazana e/ou rato de esgoto)
Rattus rattus
(rato de telhado)
Mus musculus
(camundongo)
Tamanho médio
(cabeça, cauda e corpo)
45 cm38 cm28 cm
Peso do adulto200 a 500 g80 a 300 g10 a 21 g
Comprimento da caudamais curta que a cabeça + corpomais longa que a cabeça + corpoigual ou pouco maior que a cabeça + corpo
Olhosrelativamente pequenosgrandes e proeminentesproeminentes
Orelhaspequenagrandegrande
Péscom resquícios de membranas interdigitais e com dedos longossem resquícios de membranas interdigitais e com dedos longossem resquícios de membranas interdigitais
Colorações predominantesmarrom acizentado ou avermelhado no dorso e tons mais claros no ventremarrom escuro, cinza escuro ou preto no dorso e cinza ou branco no ventrecinza grafite no dorso e acizentado ou branco no ventre

roedor: bolonys_lasyurus

O Bolonys lasyurus tem sua aparência muito simpática, tem tamanho entre o Camundongo e Rattus-Rattus, mais conhecido como Rato de Telhado.

Com este roedor em específico, todo o cuidado é pouco, pois, é o principal transmissor da Hantavirus, fatal para o ser humano.


Mus musculus

Rattus rattus

Rattus norvegicus

Desratização e/ou Controle de Roedores: Caracteristicas Físicas Roedores

Identificar e diferenciar rato e ratazana é indispensável para sucesso da desratização.

A espécie do roedor e o tipo de ambiente são fatores primordiais para o controle definitivo da praga em ambientes infestados, como indústrias e armazéns, por exemplo. A desratização propõe um tratamento que exclui a possibilidade de contaminação do ambiente, manipuladores e produtos, sobretudo quando se trata de produtos alimentícios, já que o uso de inseticidas é extremamente controlado.

Saiba mais em: https://www.biomax-mep.com.br/diferenca-entre-ratazana-e-rato/

Hábitos dos Ratos e Roedores

Alimentação

Na alimentação tanto o Rato, rato de esgoto e a Ratazana são muitos desconfiados. Só tocam no alimento após alguns dias da permanência dele no local (neofobia).

Já o Camundongo é muito curioso (neofilia), com alimento muito grande ou lugar muito exposto tem o hábito de carregar para lugar seguro e aos poucos.

A necessidade de água depende do tipo de alimento ingerido, por exemplo, se for cereais o Rato/Ratazana necessitam de muita água e o Camundongo exige pouca água, podendo sobreviver até com a absorvida do alimento, sendo que cereais possuem em média 12% somente de umidade.

No comportamento a sua organização é dividida em:

  • Dominantes: São os machos e fêmeas mais fortes (idade reprodutiva)

Os machos: escolhem o melhor lugar, são agressivos e comem a vontade.

  • Dominados: jovens e velhos

Há Machos que ficam em áreas marginais e só comem quando não há o dominado.

Quando existe um novo alimento os roedores dominantes espera o dominado se alimentar, e isso pode levar a um controle de pragas “falho” onde ocorre o morte dos dominados, ou seja, dos não reprodutivos.

Não é muito comum, mas podem coexistir duas ou três espécies, esse fato depende muito da disponibilidade de alimentação. Quando ocorre a falta de alimento pode ocorrer o controle da população através de canibalismo é hábito em indivíduos doentes, machucados e chega a ocorrer também infanticídio. E também baixa de fecundidade e fertilidade de fêmeas.

Começam a se reproduzir aos 3 meses, sendo da seguinte forma:

  • Camundongo: 4 a 10 filhotes/ninhada (4 a 5 ninhadas/ano). Gestação de 21 dias
  • Rato: 3 a 9 filhotes (3 a 4 ninhadas/ano). Gestação de 28 dias
  • Ratazana: 8 filhotes/ninhada. Gestação de 28 dias

O desmame ocorre na quarta à quinta semana.

Gestação dos Roedores

Rápida Multiplicação dos Roedores

O tempo de vida


Maturidade Sexual

  • Ratazana: ocorre aos 90 dias, com 6 a 8 cios/ ano = dura 1 a 2 dias e podem copular com vários machos.
  • Rato: com 60 dias, também podem acasalar com vários machos.
  • Camundongo: com 40 dias, nessa espécie a fêmea copula com um único macho. O macho pode ter mais de uma fêmea.

Os ninhos são feito de tocas e túneis para as Ratazanas. Podem ser ocos de árvores, vegetação, forro, telhado para o Rato. E gavetas e armários para o Camundongo.

O território da Ratazana apresenta um raio de ação de 50 a 100 metros, o Rato de 30 a 60 metros e o Camundongo de 3 a 10 metros.

Suas habilidades envolvem desde a passagem em qualquer lugar desde que passe a cabeça. Roem materiais duros: madeira, tijolo, alumínio, chumbo, até cimento (3:1). Nadam até 800 metros: dispersão. Prendem respiração por até 3 minutos: penetram pelo vaso sanitário. Sobem por canos e calhas verticais: apoio nas pernas e costas e cavam túneis de até 1,25m profundidade.

Os danos causados são diversos entre eles a alimentação de cereais e alimentos em geral, pintinhos, filhotes de patos e coelhos, sementes. Cabos elétricos e fiação (incêndios), roupas, sacaria, livros, objetos de madeira, contaminação de alimentos e água com patógenos. Transmissão de pulgas que atacam o homem.

Doenças Causadas por Ratos:

  • Leptospirose: causada por salmonela que ficam no rim do rato e são liberadas na urina. Contaminam água e alimentos
  • Peste bubônica: transmitida pela pulga do rato. “Peste Negra” que matou milhões na Europa
  • Tifo murino: transmitida pela pulga do rato que é infectada por uma riquétsia
  • Febre da mordida do rato: patógeno transmitido pela saliva no ato da mordida – crianças e idosos em camas
  • Triquinose: suínos ingerem fezes ou cadáver de rato contaminado. Homem se alimenta de carne crua de suínos
  • Salmonelose: transmissão mecânica pelos ratos (ambiente contaminado) e homem ingere alimentos contaminados
  • Hantavirose: transmitido pela saliva e urina. Causa virose mortal
  • Sarnas e micoses: efeito dos ectoparasitas. Transmissão mecânica

Os Sinais da Presença de Roedores

  • Sons: especialmente à noite
  • Fezes: típica de cada um

Infestação de Ratos e Ratazanas

  • Odor: forte
  • Urina: fluorescente com luz ultravioleta e odor muito forte (mesmo depois de seco)
  • Trilhas: vegetação amassada
  • Marcas de gordura: cor escura por onde passam
  • Roeduras: marcas de dentes, lascas
  • Ninho: feito de papel roído, trapos e pêlo da mãe

Pode ser feito uma estimativa do número de roedores.

  • Infestação baixa: poucos sinais, algumas fezes, um ninho ou outro.
  • Infestação média: quantidade considerável de fezes, materiais roídos, ratos visto à noite.
  • Infestação alta: fezes frescas e em grande quantidade, rastros, marcas de gordura, trilhas, mais de 3 ratos vistos à noite, alguns vistos de dia, roeduras.

Serviços de Desratização e Manejo Ecológico BIOMAX

Consiste na eliminação física e modificação do ambiente: desfavorável para o roedor. Ambientes propícios à instalação de roedores, com água, abrigo e alimentos disponíveis, fotos a seguir:

Falta de saneamento básico favorecem infetação do Ratos

Cuidados com Armazens evitam problemas com Ratos

Como Fazer Controle de Ratos

Método físico

  • ratoeiras: “quebra-costas” e gaiola
  • armadilhas: cola

à vantagens: dispensa raticida, resultado visível e eliminação rato morto.

à desvantagem: neofobia e cheiro repelente.

Método biológico

  • predadores? Quantos são necessários?
  • agentes patogênicos: vírus, bactérias, fungos

bactérias foram testadas: mas a sua disseminação contaminou populações de não-alvos.

Método químico

“raticidas”: correto é rodenticidas (roedores) – camundongo não é rato!

Devem ter registro na ANVISA!

Desratização e Controle de RoedoresRodenticidas: são 2 grupos distintos

  • Agudos: morte até 24 horas. Ação tóxica no sistema nervoso
  • Crônicos: morrem em mais de 24 horas. Ação anticoagulante (hemorragia)

90% rodenticidas: mais seguro e com antídoto

Iscas:

  • Atrativa ao roedor
  • Mínimo de 7% de proteína
  • Compatível com oferta de alimento do local: dar preferência à isca!!!
  • Local apropriado

Bloco Sólido:

  • Iscas envoltas por material impermeabilizante (parafina)
  • Mesmas observações de iscas

Pó de contato:

  • polvilhamento nas tocas, caminhos e pontos de passagem dos roedores
  • Aderem ao corpo: lambidas
  • Pode haver associação de formulações: aumento da eficiência!!!

Conheça outros serviços BIOMAX para indústrias, hospitais, hotéis, shoppings e condomínios:

Controle de Pragas

Controle de Pombos

Desratização

Descupinização

Fumigação

Controle Integrado de Pragas

Identificação de Pragas

Análise do Ar

rdc 275

Boas Práticas de Fabricação

Empresas e indústrias consulte-nos!

Realizamos o Controle de Pragas efetivo.


BIOMAX Manejo Ecológico de Pragas

fone: 19 3124 3600

email: biomax@biomax-mep.com.br

A BIOMAX tem filiais estrategicamente posicionadas na região sudeste para atender seus clientes com rapidez e eficácia:

  • Piracicaba – SP
  • Jundiaí – SP
  • Monte Alto – SP
  • Anápolis – GO

Formulário de atendimento

A BIOMAX é especializada no Controle Integrado de Vetores e Pragas Urbanas em indústrias de alimentos, medicamentos e embalagens, centros comerciais (shopping Centers), em redes hoteleiras e hospitalares e nas demais empresas que procuram um programa sustentável com as exigências do Ministério da Agricultura, da ANVISA e Certificações (nacionais e internacionais): RDC 216 204BPFHACCPISO 14001ISO 22000

Sumário
Desratização
Nome do Artigo
Desratização
Descrição
Desratização ou Controle de Roedores consiste no controle físico, biológico, químico, na eliminação e modificação de ambientes favoráveis para os ratos. Controle sustentável para a indústria de alimentos, evita contaminação de produtos, pessoas, animais e ambiente. Serviço de Desratização contra ratazana, rato de esgoto, rato de telhado e rato camundongo. Atendemos indústrias e empresas em todo sudeste do Brasil. Consulte a BIOMAX!
Autor
BIOMAX Controle de Pragas

This is a unique website which will require a more modern browser to work!

Please upgrade today!

%d blogueiros gostam disto: