Ratazana standard

Nome científico: Rattus norvegicus Tamanho médio (cabeça, cauda e corpo): 45 cm Peso do adulto: 200 a 500 g Comprimento da cauda: mais curta que a cabeça + corpo Olhos: relativamente pequenos Orelhas: pequena Pés: com resquícios de membranas interdigitais e com dedos longos Colorações predominantes: marrom acizentado ou avermelhado no dorso e tons mais claros no ventre

Continue Lendo

Rato standard

O Rato (plural: ratos) é uma designação comum para diversos pequenos mamíferos pertencentes à ordem dos roedores, assim como um nome genérico dado a diversos mamíferos roedores pertencentes às famílias Muridae, Cricetidae, Heteromyidae, Diatomyidae e Bathyergidae. Caracterizam-se por possuir focinho pontudo, orelhas pequenas e arredondadas, e uma longa cauda nua ou quase sem pêlos. As espécies mais conhecidas de rato são o Mus musculus, um típico rato doméstico, Rattus rattus e Rattus norvegicus, por vezes chamados de ratazanas e que habitam esgotos e córregos. Os ratos também são animais de estimação. Já em ambiente silvestre, a espécie mais comum é o ratos-do-campo ou rato do mato, espécie importante para a cadeia alimentar, pois são alimentos de grandes aves como falcões ...

Continue Lendo

Rato de Telhado standard

Nome científico: Rattus rattus Tamanho médio (cabeça, cauda e corpo): 38 cm Peso do adulto: 80 a 300 g Comprimento da cauda: mais longa que a cabeça + corpo Olhos: grandes e proeminentes Orelhas: grande Pés: sem resquícios de membranas interdigitais e com dedos longos Colorações predominantes: marrom escuro, cinza escuro ou preto no dorso e cinza ou branco no ventre

Continue Lendo

RDC 216 standard

Resolução ANVISA RDC 216 O Regulamento Técnico de Boas Práticas para Serviços de Alimentação, aprovado pela Resolução – RDC nº 216, de 15 de setembro de 2004, abrange as condutas que devem ser adotadas nos serviços de alimentação, a fim de garantir as condições higiênico-sanitárias do alimento preparado. Suporte BIOMAX para atender a RDC 216 Objetivo Estabelecer procedimentos de Boas Práticas para serviços de alimentação a fim de garantir as condições higiênico-sanitárias do alimento preparado. A implantação das Boas Práticas se resume em adequar na prática, a aparência das instalações, procedimentos de higiene pessoal, de superfícies e do ambiente; avaliar e garantir a potabilidade da água utilizada; orientar para os procedimentos do manejo do lixo e outros resíduos e para o ...

Continue Lendo

RDC 275 BFP Boas Práticas de Fabricação standard

Resolução rdc 275, de 21 de outubro de 2002, ANVISA Regulamento Técnico de procedimentos operacionais padronizados aplicados aos estabelecimentos produtores e/ou industrias de alimentos e a lista de verificação das Boas Práticas de Fabricação (BPF) para produtores e/ou industrias de alimentos. Objetivo da rdc 275 Estabelecer Procedimentos Operacionais Padronizados que contribuam para a garantia das condições higiênico-sanitárias necessárias ao processamento e industrialização de alimentos, complementando as Boas Práticas de Fabricação (BPF). Para efeito deste Regulamento, considera-se: Procedimento Operacional Padronizado – POP: procedimento escrito de forma objetiva que estabelece instruções seqüenciais para a realização de operações rotineiras e específicas na produção, armazenamento e transporte de alimentos. Este Procedimento pode apresentar outras nomenclaturas desde que obedeça ao conteúdo estabelecido nesta Resolução. Limpeza: operação de remoção ...

Continue Lendo

This is a unique website which will require a more modern browser to work!

Please upgrade today!