A comunidade científica já alertou que o aumento médio da temperatura no planeta exigirá, de agora em diante, um extraordinário esforço para manter a produção de alimentos na esfera global e, assim, garantir o abastecimento de comida para os quase 8 bilhões de habitantes da Terra. Além disso, se tornará um preocupante “gatilho” para a proliferação de insetos, cujo crescimento desenfreado vai impactar diretamente na produção e armazenagem mundial de grãos como arroz, trigo, milho, soja e outros.

Esse é um dos apontamentos de uma pesquisa realizada na Universidade de Washington, nos Estados Unidos, e publicada no segundo semestre de 2018 na revista científica Science.

De acordo com os pesquisadores, o avanço das temperaturas vai provocar a explosão da população de insetos, principalmente nas regiões de climas temperados. Ou seja, a subida dos termômetros vai acelerar o metabolismo e a reprodução dos pequenos animais invertebrados. A consequência: esse turbinado exército de pragas vai buscar comida nas culturas agrícolas, particularmente nos campos de plantação e nas áreas de armazenamento de cereais/grãos, que são os itens que garantem a base da alimentação humana.

Na projeção dos cientistas, as safras de arroz, trigo e milho podem sofrer quebras de 10% a 25% para cada grau Celsius de aumento da temperatura média global. Segundo as previsões, pode haver perdas de milhões de toneladas de grãos por ano, prejuízos para a cadeia produtiva, para a economia mundial e para o meio ambiente, que será mais exigido para compensar os danos quantitativos.

Saiba mais aqui: https://science.sciencemag.org/content/361/6405/916.full

Cenário Mundial

A perspectiva sinalizada pela pesquisa também pode agravar ainda mais a situação de 820 milhões de pessoas que, atualmente, passam fome no mundo, segundo a Organização das Nações Unidas (ONU). Parte significativa desta estatística serão 130 milhões de pessoas que, devido à pandemia de Covid-19, serão levadas à fome crônica até o final de 2020, calcula a ONU. 

Os resultados da pesquisa também soam em uníssono com uma declaração recente do secretário-geral da ONU, de que

“a emergência climática está aumentando a ameaça à segurança alimentar.”

António Guterres – ONU

Tecnologia no Controle de Pragas

Num mundo cada vez mais quente, as pragas se reproduzirão mais e mais, e a sua demanda por alimentos também será naturalmente maior. Essa é a lógica desse ciclo, agora reconfigurado por causa do crescente calor atmosférico.

No universo produtivo, portanto, será imprescindível o aperfeiçoamento e a aplicação de soluções e tecnologias para proteger os alimentos do apetite desta hiperpopulação de pragas – que certamente vai atacar colheitas, silos, grãos armazenados, indústrias de alimento, de ração, estoques de supermercados varejistas e outras fontes disponíveis de alimento.

A BIOMAX é uma empresa especializada em serviços de manejo ecológico de pragas (MEP) em Indústrias que, desde 1999, atende e auxilia companhias dos segmentos de alimentos, bebidas, grãos armazenados, agronegócio, medicamentos, embalagens, hotelaria, hospitais e outros negócios nessa tarefa preventiva. 

Há mais de duas décadas a BIOMAX executa – com excelência, segurança e tecnologia – projetos de controle de pragas que ‘blindam’ plantas fabris, unidades de grãos armazenados, unidades hospitalares, estoques varejistas e outros empreendimentos desses tão indesejados invasores.

O Controle de Pragas nas Indústrias

O controle de pragas em indústrias é um processo estratégico para todas as corporações. Mas especialmente para as companhias de alimentos e as farmacêuticas, que precisam manter suas fábricas totalmente livres de pragas urbanas como baratas, formigas, cupins, ratos, aranhas, lacraias, pombos e outras.  

Para empresas desses segmentos, esse cuidado com as pragas é uma rotina obrigatória no sentido de evitar riscos de contaminação em seus produtos, possíveis litígios (com consumidores, órgãos sanitários e de fiscalização) e a exposição negativa da marca.

Entende-se por pragas urbanas aquelas espécies de animais que, por vários motivos – como o êxodo de seu habitat natural, o acelerado processo de industrialização e o avanço das grandes cidades em direção a áreas anteriormente rurais/nativas – agora dividem espaço com os seres humanos, podendo causar danos à saúde pública.

A BIOMAX é uma empresa especializada em serviços de manejo ecológico de pragas (MEP) em Industrias que, desde 1999, atende e auxilia companhias dos segmentos de alimentos, bebidas, grão armazenados, agronegócio, medicamentos, embalagens, hotelaria, hospitais e outros negócios nessa tarefa preventiva.
A BIOMAX é uma empresa especializada em serviços de manejo ecológico de pragas (MEP) em Indústrias de processamento de alimentos e grãos armazenados

O que é o Manejo Ecológico de Pragas (MEP)?

Hoje, o Manejo Ecológico de Pragas (MEP) é o método mais eficaz entre as tecnologias disponíveis no mercado para lidar com pragas invasoras que podem comprometer seriamente a produção industrial.

Uma definição possível para o MEP é a seguinte: o conjunto de conhecimentos, técnicas e práticas preventivas que – de forma racional, organizada e holística – são empregados na gestão do controle de pragas, sempre tendo em vista a preservação da saúde pública, a segurança da população/consumidor e a minimização do impacto ambiental.

MEP é um conceito de controle de pragas mais amplo e eficaz do que o tradicional

O controle de pragas por meio do MEP é orientado por uma sequência de procedimentos que de maneira integrada, funcional e panorâmica atuam sobre as áreas de infestação de pragas.

Benefícios do Método MEP

Diferente das dedetizações tradicionais, o MEP é uma estratégia que envolve ações articuladas e que se mostra mais eficiente, segura e precisa no complexo campo de batalha contra as pragas. Eis alguns dos benefícios do Manejo Ecológico de Pragas:

  • Mapeamento global da situação
  • Prospecção das áreas de infestação
  • Diagnóstico preciso dos problemas
  • Monitoramento sistemático da região infestada
  • Hierarquização das ações (mecânicas, físicas, biológicas e químicas) conforme o seu potencial de agressividade
  • Redução do uso de inseticidas e pesticidas
  • Utilização de métodos alternativos de controle (sustentáveis)
  • Diminuição de resíduos gerados por termonebulização
  • Menor probabilidade de contaminação de produtos, pessoas, animais e ambiente
  • Conformidade com leis e normas ambientais e sanitárias
  • Implantação das ações não requer o esvaziamento da empresa e nem a paralisação da produção
  • Elaboração de relatórios mensais e documentos para fins de auditoria externa

Soluções Alinhadas Com Normas, Leis e Certificações

Além do Manejo Ecológico de Pragas, a BIOMAX dispõe de possui um amplo portfólio de soluções eficazes, sustentáveis e seguras de acordo com a necessidade de sua empresa.

Esse catálogo de serviços especializados ainda inclui métodos como Controle Integrado de Pragas, Desinsetização, Desratização, Descupinização, Controle de Pombos, Escorpiões e Morcegos, Fumigação e outros.

Além de garantir a segurança e a assepsia dos processos industriais, as tecnologias da BIOMAX atendem exigências e diretrizes estabelecidas pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), certificações de qualidade, normas técnicas e legislações ambientais que disciplinam as atividades de controle de pragas.

Entre elas podemos citar:

* Boas Práticas de Fabricação (BPF) – manual que rege a atividade industrial no Brasil visando a qualidade higiênico-sanitária dos produtos alimentícios processados

* NBR ISO 14.001 norma internacional com diretrizes para a implementação de Sistema de Gestão Ambiental (SGA)

* NBR ISO 22.000 norma internacional de qualidade voltada à gestão de segurança de alimentos

HACCP conjunto de boas práticas de fabricação do programa internacional Hazard Analysis and Critical Control Point (Análise de Perigos e Pontos Críticos de Controle/APPCC)

Consulte a BIOMAX!

Mais informações sobre o Manejo Ecológico de Pragas e outras soluções da BIOMAX pelos nossos canais de atendimento:

Telefone: (19) 3124-3600

E-mail: biomax@biomax-mep.com.br

ou por meio do formulário

Sumário
A Relevância do Manejo Ecológico de Pragas para Indústrias
Nome do Artigo
A Relevância do Manejo Ecológico de Pragas para Indústrias
Descrição
Artigo na Revista Science alerta para o aumento da temperatura no planeta se tornará um preocupante “gatilho” para a proliferação de insetos, cujo crescimento desenfreado vai impactar diretamente na produção e armazenamento de grãos como arroz, trigo, milho, soja e outros. O controle de pragas em indústrias é um processo estratégico para todas as corporações. Mas especialmente para as companhias de alimentos e as farmacêuticas, que precisam manter suas fábricas totalmente livres de pragas como baratas, formigas, cupins, ratos, aranhas, lacraias, pombos e outras.
Autor
BIOMAX Controle de Pragas

A BIOMAX é especializada no controle de pragas em indústrias de alimentos, medicamentos e embalagens, em redes hoteleiras e hospitalares e nas demais empresas que procuram um programa sustentável com as exigências da Anvisa, da Norma ISO 22000, BPF, HACCP e Ministério da Agricultura. Utiliza o sistema de controle denominado Manejo Ecológico de Pragas (MEP) o qual une eficácia no controle das pragas e segurança para as pessoas e o meio ambiente. Atendemos toda a região Sudeste.